7 dicas para diminuir os sintomas e tratar as varizes na gravidez

Com o aumento de peso e alterações hormonais que a grávida sofre, podem surgir varizes, que quando tratada e após gravidez tendem a desaparecer, em casos extremos a cirurgia é indicada após o parto.

25/11/2014 19h40m. Atualizado em 25/11/2014 19h40m por:

 

varizes na gravidezQuando o sangue circula pelas veias, ele é bombeado do coração para todas as regiões do corpo, como pernas, braços e cabeça, regressando posteriormente ao coração. Este processo é controlado por um sistema de válvulas dentro das veias, que faz o sangue circular em apenas uma direção.

Mas quando este sistema de válvulas falha, o sangue acaba sendo pressionado contra as paredes das veias, causando assim dilatação e deformação delas. Esta falha pode acontecer, entre outros fatores, devido aos efeitos da gravidade, em especial em pessoas que passam muitas horas de pé.

E a esta deformidade das veias dá-se o nome de varizes, que podem acontecer em diferentes partes do corpo, como estômago, esôfago ou ânus, mas que são mais comuns nas pernas.

Varizes durante a gravidez

Quando a mulher fica grávida, em especial no final da gravidez, o aumento de seu útero faz com que as veias da região do abdômen sejam comprimidas, e com isso elas incham e dilatam. Aliado a isto, a gestante passa por um período em que os hormônios ficam mais elevados, causando a retenção de líquidos e aumento da pressão sanguínea.

E estes dois fatores podem ocasionar o aparecimento das varizes na gestante, em geral nas suas pernas, mas pode acontecer também na região da vagina e do ânus.

Outro agravante é quando a mulher já tem sintomas de dores nas pernas, inchaços e cãibras, que são um indício do aparecimento das varizes. Mas vale ressaltar que nem todas as pessoas acabam desenvolvendo varizes, porém, é importante ficar atento aos sintomas e procurar um médico quando eles aparecem.

tratamento varizes na gravidez

Dicas para prevenir as varizes durante a gravidez

Se as varizes aparecem devido à gravidez, os sintomas podem desaparecer alguns meses após o nascimento do bebê, pois o fluxo sanguíneo se normaliza e também os níveis hormonais, e com isso as veias voltam ao seu estado natural.

Mas durante esta fase alguns cuidados podem ser tomados para diminuir os sintomas das varizes na gravidez, dentre eles:

1. Ter uma alimentação saudável, balanceada e recomendada por uma nutricionista, para evitar o aumento excessivo do peso;
2. Praticar atividades físicas de baixo impacto, como hidroginástica e natação leve, sob a orientação de um fisioterapeuta ou preparador físico;
3. O uso das meias elásticas de compressão também é indicado, e deve ser receitado pelo médico, que irá saber qual o tamanho e o modelo ideal para usar;
4. Massagens também ajudam a reduzir os inchaços, e devem ser feitas por uma massagista especializada;
5. Não ficar sentada ou de pé na mesma posição por mais de 40 minutos consecutivos. Ao invés disso, reveze as posições;
6. Sempre que der, deixe as pernas elevadas para descanso;
7. Ao deitar, optar pelo lado esquerdo, que é o lado contrário ao da veia cava, a responsável por enviar sangue as partes inferiores do corpo. Desta forma dá para evitar a compressão desta veia.

varizes na gravidez 1

Tratamento cirúrgico contra varizes

Outra opção de tratamento das varizes é a cirurgia, que é indicada apenas após a gravidez, já que se a mulher fizer a operação e voltar a engravidar, as veias da perna podem sofrer novamente com a dilatação e o inchaço, anulando assim os efeitos da cirurgia.

Com isso, a cirurgia para eliminação das varizes só é recomendada quando a mulher opta por não ter mais filhos, e somente é indicada após uma avaliação com o médico vascular.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *