Câncer de Mama: Diagnóstico, prevenção e tratamento

O câncer de mama tem cura, desde que, seja diagnosticado no início, por isso a necessidade de auto exame e acompanhamento médico.

28/02/2011 18h16m. Atualizado em 17/04/2015 14h28m por:

 

cancer de mamaVocê sabia que o câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres? Só no Brasil, estima-se que o risco de incidência é de 49 casos a cada 100 mil mulheres e que a média de mortes causadas pela doença é de 11 mil ao ano.

Diagnóstico e prevenção do câncer mama

A principal forma de diagnosticar se a pessoa está com câncer de mama é por meio da mamografia e ultrassonografia das mamas, esses exames possibilitam identificar o tumor logo no início, aumentando as chances de cura.

Mas a mamografia não descarta a importância do auto-exame que é feito pela própria mulher através da palpação da mama, de preferência, sete dias depois de cada menstruação.

Já se a mulher não possui mais período menstrual o auto-exame deve ser feito uma vez por mês. Essa é a melhor forma de prevenção!

Tratamentos existentes para câncer de mama

Saiba quais são as possibilidades de tratamento para as mulheres que possuem câncer de mama:

Cirurgia: Esse procedimento pode ser de dois tipos: conservador ou radical. A conservadora irá retirar apenas uma parte da mama (que deverá ser acompanhada por sessões de radioterapia), já a radical retira toda a mama.

Radioterapia: Aplicação diária com duração de 15 minutos de radiação na área do tumor que impedirá o crescimento das célula cancerígenas. É preciso tomar cuidado para não afetar áreas de tecido normal, já que a radioterapia deixa uma aparência de queimadura na pele.

Quimioterapia: Utilização de medicamentos fortes que agem em todo o corpo com o objetivo de evitar que o tumor se espalhe para outros lugares do corpo.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *