Parto prematuro: sinais, sintomas e causas.

O rompimento precoce da bolsa de fluido que envolve o bebê desencadeia um parto prematuro.

01/05/2009 22h40m. Atualizado em 19/11/2014 21h44m por:

 

parto prematuroSaibamos um pouco sobre o parto prematuro – Um teste muito importante indica risco para prematuridade do bebê é o de dosagem de fibronectina fetal. O material é colhido pelo próprio obstetra entre 24 e 34 semanas. Se o resultado for negativo, a chance de ocorrer um parto prematuro é muito baixa. Um resultado positivo no entanto, não garante que haverá uma prematuridade. Com este teste evita muitos partos antecipados e internações de gestantes.

parto prematuro

O recém nascido de parto prematuro tem que ter cuidados redobrados

Predisposição

Existem condições que colocam algumas mulheres a terem maior predisposição a partos prematuros, por exemplo diabetes e hipertensão, algumas infecções, a gravidez de gêmeos, mulheres com antecedentes de perdas espontâneas, abortamento e prematuridade prévia de outro filho. No entanto,  o controle pré-natal destas situações poderia evitar os riscos de prematuridade.

método canguru

Método canguru para recém-nascido de parto prematuro

Cuidados básicos após Parto Prematuro

Caso venha a ter um parto prematuro, a presença da mãe durante toda a internação do bebê prematuro no hospital, é essencial para recuperação da criança. A mãe estando próxima, favorece o alimento ideal para o bebê, que é o leite materno, e a presença física é muito importante em qualquer fase da vida de um filho.

O contato pele com pele ou o método canguru trazem grandes benefícios na evolução neurológica da criança, fazendo com que ela se recupere se desenvolva e recupere mais rápido.

Após a alta do recém-nascido, deve haver um acompanhamento multidisciplinar para a boa recuperação de sua saúde, com vários profissionais como: pediatra, neurologista, oftalmologista, fisioterapeuta e fonoaudiólogo.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *