Primeira dentição do bebê: Sintomas e cuidados

Seu bebê estava naquela fase de nascer o primeiros dentinhos, existem algumas dicas que podem aliviar esse período, confira!

 
 

primeiros dentinhosAs crianças passam por inúmeras fases pra lá de complicadas e de deixar muita mamãe de cabelo em pé! Mas, nada mais natural… Os pequenos a todo tempo estão em plena transformação física e mental e com elas, aparecem novidades a todo tempo.

Uma delas começa na fase ainda bebê (7 meses, por aí…) quando os primeiros dentinhos começam a surgir. Para algumas crianças o período do início da dentição é tranqüilo, enquanto para outros podem surgir algumas reações incomodas.

Infelizmente muitas pessoas ainda acham que os dentes de leite são menos importantes que os permanentes, o que é pura ilusão. Aliás, o que acontece é totalmente o contrário: os dentes de leite são essenciais, tanto para o auxilio na alimentação da criança quando no desenvolvimento da fala e da parte óssea da face.

Lembram das reações incomodas? Pois é. A má notícia é que segundo os pediatras, a maioria das crianças “experimenta” algumas delas no período que inicia a dentição, mas, o bom de tudo isso é que essa é só uma fase e tende a passar rápido.

Dentre as reações, as mais comuns são febre, diarréia e aquela mania de querer morder tudo que vê pela frente (coceira), gengiva mais abaulada e esbranquiçada. Isso se deve ao fato da gengiva dos pequenos estar se rompendo para dar espaço aos novos dentinhos. Devido a essa fase de “morde-morde”, todo o cuidado é pouco com o que os pequenos colocam na boca, viu mamães (e papais também!)?

Primeira dentição: Aliviar coceira das gengivas do bebê

Uma ótima dica para aliviar a coceira dos pequenos são os mordedores para bebê específicos para a fase do nascimento dos dentes. Alem dos sintomas citados anteriormente, a irritabilidade, salivação intensa e inchaço também estão presentes. O mordedor, devidamente esterilizado para evitar infecções auxilia e é indicado pelos próprios médicos.

Não é necessário o uso de medicação nessa fase, exceto em casos de febre muito alta ou dificuldades para o bebe se alimentar o bebê. Aí o correto é procurar o auxilio do pediatra para que orientem sobre as possíveis soluções.

Para aliviar o incomodo das crianças, uma outra boa dica é utilizar uma gase embebida com água filtrada ou soro fisiológico para massagear a gengiva. Outra idéia é manter os mordedores de silicone dentro da geladeira; dessa forma a baixa temperatura proporciona um efeito  anestésico aliviando a coceira.

Essa sem duvida alguma é uma fase bem chatinha. Minha sobrinha (linda, por sinal!) está passando por ela e, felizmente não vêm apresentando muitas reações. Só observo mesmo a coceira intensa e a mania de levar tudo na boca que são constantes, portanto, todo o cuidado é pouco.

Mamães preparem-se: a maratona de mordidinhas vai começar!

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>