Controle da diabete na gravidez

Gravidas com diabetes devem ter um controle mais rigoroso no que se diz respeito a acompanhamento médico, além do obstetra, ela deve se consultar com endocrinologista e nutricionista.

 
 

Controle da diabete na gravidezPor mais que seja ótimo ter uma gravidez planejada, nem sempre isso é possível. Conheço mais pessoas que nasceram sem planejamento dos pais do que aquelas que foram “programadas” ao longo do tempo.

E isso é mais do que comum, afinal, o calor do momento é um problema não é? Porém, problemas são inevitáveis, certo?

Além de um baita susto ao ver o resultado do positivo do exame de gravidez, a situação financeira do casal (ou só da mulher) pode estar mais apertada que sardinha em latas ou, pior ainda: ela pode sofrer de doenças crônicas. E agora?

Grávidas com diabetes – Cuidados

É o caso das mulheres que sofrem de diabetes. Seja tipo 1 ou 2, toda grávida que possua diabetes (além das que adquiriram durante a gestação), precisa ser acompanhada de perto pelo obstetra, nutricionista e claro, endocrinologista. Todo cuidado é necessário nessa fase para que qualquer risco seja evitado à mamãe e ao bebê.

Os médicos explicam que a mulher não precisa se privar do sonho da maternidade por ser diabética, mas, o planejamento é essencial já que as condições de nível glicêmico devem estar em um nível mais controlado possível e, isso só é possível com acompanhamento adequado, claro.

Tratamento da diabete na gravidez

Os médicos explicam que caso a gestante portadora de diabetes faça uso de hipoglicemiantes orais, estes precisam ser substituídos pela insulina. Caso a mulher já faço uso da mesma, as doses precisam ser reajustadas pelo médico.

A mulher diabética só não deve engravidar caso possua complicações muito graves que possam vir a se agravar ainda mais durante uma gestação. Caso contrário, ela pode engravidar, mas deve receber orientação pré-concepcional, para que a gravidez apresente um controle metabólico o mais próximo possível de níveis considerados ótimos.

Isso evita que, durante a fase de organogênese (formação dos órgãos do embrião), que ocorre em torno da sétima semana de gestação, os níveis glicêmicos não ofereçam riscos de malformações fetais”

orienta o Dr. Carlos Negrato, coordenador do Departamento de Diabetes Gestacional da SBD.

Já conheci algumas mamães portadoras de diabetes tipo 1 e 2 e elas afirmam que os cuidados na gravidez de quem é diabética, valem muito, ainda mais no que diz respeito ao controle do que comer e como comer. Não existe dádiva maior que um ter um filho e ser ou estar com diabetes não impede uma pessoa de conceber filhos saudáveis, mas, é preciso seguir rigorosamente todas as orientações médicas.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>