Diabetes infantil: Sintomas, Cuidados e Tratamento

admin July 13, 2009 9

Tanto a diabete tipo 1 ou tipo 2 requerem cuidados especiais, principalmente no que diz respeito à alimentação.

diabete infantil 1 Diabetes Infantil:  Sintomas, Cuidados e Tratamento. O diabetes infantil exige cuidados especiais com a alimentação e impõe hábitos rígidos às crianças para toda vida. Ver uma criança se deliciando com balas, chocolates e sobremesas é um prazer raro para quem tem um filho diabético.

A doença, surge abruptamente e pode tanto afetar crianças e adolescentes em qualquer idade, é um dos problemas crônicos mais comuns da infância e faz 200 novas vítimas por dia ao redor do mundo. E o pior: sem tratamento adequado, pode provocar complicações graves, como perda da visão e amputação de membros.

Sintomas do Diabetes Infantil

Segundo o endocrinologista pediátrico Luis Eduardo Calliari, professor da faculdade de medicina da Santa Casa de São Paulo, o diabetes infantil se manifesta de repente e os pais precisam ficar atentos aos seguintes sinais:

Sintomas diabete infantil

- Aumento da sede: a criança passa a beber mais água que o normal e, mesmo assim, continua sedenta.
- Aumento da diurese: como conseqüência da ingestão excessiva de água,
ocorre um aumento na quantidade de urina produzida pelo corpo, que se reflete em maior freqüência ao banheiro.
- Perda de peso: apesar de um notório aumento de apetite, a criança não engorda e ainda passa a perder peso.

sintomas diabete infantil

Controle da Diabete Infantil

O diabetes tipo 1, prevalescente em crianças, é uma doença auto-imune, em que o corpo produz anticorpos contra as células do pâncreas que produzem insulina. A falta dessa substância, que quebra as moléculas de açúcar do sangue, pode causar sérias complicações e levar à morte.

• Por isso, a criança diabética precisa receber injeções de insulina diáriamente e controlar a entrada de açúcar no corpo, o que exige cuidados com a alimentação.

• Para um bom controle da glicemia (açúcar no sangue), são necessárias várias aplicações de insulina ao dia, além de acompanhamento do nivel de glicose através de monitorização domiciliar, utilizando apenas uma gota de sangue (da ponta do dedo)”, explica o médico.

controle diabete infantil

• Ao contrário do diabetes tipo 2, que ocorre geralmente em adultos obesos, o do tipo 1, que aparece nas crianças, pode afetá-las em qualquer idade. É mais raro em lactentes e mais freqüente em crianças de 5 a 8 anos e nos adolescentes.

diabete infantil 1 e tipo 2

Diabete tipo 1 (insulino – dependente), tipo 2 (insulino não dependente)

• Os endocrinologistas chamam a atenção para uma epidemia do tipo 2 que existe entre os pequenos nos últimos anos, devido à alimentação pouco saudável e à falta de atividade física, que levam à obesidade. Mesmo assim, o tipo 1 ainda prevalesce entre as crianças.

Segundo uma pesquisa realizada pela Sociedade Internacional de Diabetes em Adolescentes e Crianças (ISPAD), em parceria com o laboratório Novo Nordisk, apontou que as escolas brasileiras não estão preparadas para atender as crianças diabéticas.

• Apenas 50% dos alunos entrevistados afirmaram que seus professores têm conhecimento de sua doença e 10% deles se dizem discriminados e consideram que o diabetes limita seus relacionamentos sociais.

• De acordo com o estudo, cerca de 60% dos jovens não controlam devidamente a doença no período letivo e 40% das crianças faltam à escola ao menos uma vez por mês em função da doença.

• Pais e filhos gostariam que fossem oferecidos lanches mais saudáveis nos colégios e que os professores tivessem capacitação para atender os alunos diabéticos em casos de emergência.

• Foram ouvidos profissionais de saúde, pais e cuidadores de crianças diabéticas, além de jovens portadores da doença em 13 países, entre eles o Brasil.

Cuidados à mesa na diabete infantil

A dieta da criança diabética, deve seguir os moldes da alimentação saudável em todas as idades.
Deve-se fracionar a dieta em 6 refeições, equilibrar as calorias, sem exagero, em proteínas, carboidratos e gorduras, e evitar comer açúcares.
Veja algumas orientações para amenizar as restrições do cardápio de seu filho:

alimentação diabete infantil

- Nas festinhas de aniversário: procure levar doces diet que a criança possa comer, para que ela não fique com vontade vendo os amiguinhos se deliciando com guloseimas. Além disso, de acordo com o médico, é possível administrar insulina de ação ultra-rápida, caso a criança coma doces ou salgados.

insulina diabete infantil

- Muitas vezes a tentação de doce pode estar na própria dispensa da casa e para a criança, fica muito difícil resistir, especialmente se os irmãos, por exemplo, estiverem liberados para o açúcar. A dieta deve ser de toda a família .Mas se outras crianças vão comer guloseimas, utilize as diet ou negocie a aplicação de dose extra de insulina, pondera.

- Na escola é preciso um cuidado todo especial com a lancheira, que deve ter sanduíche natural, frutas, barra de cereal diet e suco diet. A criança precisa resistir à oferta de doces e refrigerantes das cantinas, e a escola precisa dar apoio aos alunos diabéticos.

Prática de esportes

esporte diabete infantil

O portador de diabetes tipo 1 precisa fazer atividades físicas regularmente e em horários programados, natação, futebol, dança etc. É necessário que seja observado o comportamento da glicemia, medindo-a antes e após as sessões de exercícios, para o ajuste adequado dos alimentos e das doses de insulina.

Relacionados »

9 Comments »

  1. luciana December 5, 2009 at 2:39 pm -

    diabete

  2. BRUNA May 14, 2012 at 7:34 pm -

    O QUE COMER NO CASO QUE TENHO DIABETI

    Resposta: Bruna para você ter uma melhor orientação passe por um médico(a) endocrinologista. Mas evite açucar. Um abraço

  3. Clarice Ingrid February 22, 2013 at 6:46 pm -

    meu sobrinho está com diabetes como devemos agir, e me diz ele chegará a fase adulta da vida, poderá ter uma vida normal, descupa estou tão asustada e não sei como proceder, me explique.
    Resp: A diabete é uma doença que tem tratamento (graças a Deus) e ele poderá ter uma vida normal dentre algumas restrições que o tratamento requer. O acompanhamento médico é indispensável.Mas fique sossegada ele será feliz.

  4. martatita March 4, 2013 at 10:11 am -

    meu neto tem 5 anos dorme de rede, fez xixi durante a noite e minha filha observou que tinha formigas no xixi que ficou no piso, isso é normal ? Em seguida ela fez o hgt dele e o resultado foi 90, o que devemos fazer ?

    Resp: Formigas no xixi é um dos indicativo mas não é diagnóstico. O HGT sozinho não é um teste muito exato, peça ao pediatra um exame laboratorial de glicose sérica que é mais confiável.

  5. thata March 6, 2013 at 12:05 am -

    o que é corpo cetonico em exame de urina?
    Resp: Níveis urinários aumentados de cetonas refletem uma deficiência de insulina. Procure um médico, não é possível chegar a um diagnóstico de diabetes só por esse exame!

  6. erica cappellaro August 7, 2013 at 5:01 pm -

    se eu tenho a diabete no caso 94 eu posso morre.

    resposta: Erica, a pessoa com diabete pode ter uma vida normal, desde que siga um tratamento adequado, isso incluem algumas restrições, converse com seu médico.

  7. Carol September 21, 2013 at 5:10 pm -

    tenho dois filhos um de 5 anos e outro de 9 anos o meu filho de cinco anos sente muita sede urina muita tem muita fome e não engorda de jeito nenhum e as vezes aparece uma mancha no olho dele como se fosse uma veia estourada , e o meu filho de 9 anos emagreceu bruscamente ele sente muita tontura e tem muitas tremedeiras e vomitos constantes e dor de cabeça ele vive reclamando dizendo que parece que tem uma nevoa nos olhos dele , sera que eles tem diabetes .

  8. Tania November 8, 2013 at 4:12 pm -

    MEU FILHO TEM 3 ANOS E FEZ EXAME DE GLICOSE DEU 94 ISO É GRAVE ATE QUANTO SERIA O NORMAL DA GLICOSE DE 1 CRIANÇA DE 3 ANOS ?

  9. vanessa April 8, 2014 at 9:12 pm -

    meu filho tem 10 anos fiz o teste hoje a tarde deu 226 ele já está diabete.

    Resp:Leve-o ao médico e veja o que ele diz, este valor é considerado acima do normal, necessita acompanhamento.

    .

Comentar »

Comente via Facebook!