Erros na alimentação dos recém-nascidos

Existem certas crêndices que envolvem a alimentação do recém-nascido, confiram!

09/10/2012 23h23m. Atualizado em 31/10/2014 17h07m por:

 

erros na alimentação bebêErros a serem evitados durante a alimentação dos recém nascidos. As crianças menores de idade, a partir de 6 meses, devem ter hábitos alimentares saudáveis que proporcionam um crescimento adequado.

A forma de alimentar seus recém-nascidos é passada de geração em geração, onde diversos erros são herdados dos pais e perpetuados nas gerações futuras. Estudos recentes trazem a tona uma série de condutas errôneas sobre a alimentação dos menores, baseadas nas crêndices populares.

O que é certo ou errado na hora de alimentar seu bebê

Para garantir uma conduta correta durante a alimentação de seus bebês, alguns conselhos herdados devem ser abandonados, entre os quais podemos citar:

1) Todo o recém-nascido chora porque tem fome: Durante as primeiras semanas de vida, o recém-nascido amamenta-se pouco. Dessa forma, chorar por fome é a possibilidade mais remota nessa fase. Na maior parte das vezes, o choro é uma atividade espontânea e natural, não tendo relação direta com a falta de alimentação.

2) A amamentação deve ocorrer a cada duas horas: essa é outra crêndice sem fundamento algum. Deixe que seu bebê defina a hora que quer ser alimentado, expressando isso na forma de choro ou resmungos. Quando não chorar, basta oferecer a mamadeira ou peito e verificar se ele aceita naturalmente, sem empurrá-la contra a boca da criança.

3) Dar chás para o bebê complementa a sua alimentação: O próprio leite materno possui todos os nutrientes que a criança necessita para crescer forte e saudável. Não há a necessidade de nenhum complemento, uma vez que ele já é completo e propicia todos os ingredientes necessários para proporcionar uma alimentação saudável e crescimento adequado.

4) O bebê deve alternar os seios durante as mamadas: Tem mãe que aprendeu que seu bebê deve mamar 5 minutos em cada peito. O correto seria deixá-lo mamar o máximo que puder em um deles antes de passar ao outro. Isso evita que o leite empedre ou os seios fiquem doloridos.

O importante, antes de seguir à risca os conselhos herdados, é verificar a veracidade das informações a fim de seguir as condutas corretas e proporcionar uma alimentação adequada e saudável ao recém-nascido.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *