Grávidas e Gatos

Uma doença que pode afetar o bebê e que é transmitida por gatos infectados, é a toxoplasmose. Vejam os cuidados que a grávida deve ter.

grávidas e gatosComo fica a grávida que tem gato em casa.Você acaba de ter a notícia mais emocionante de sua vida: está grávida. Pronto. Já é o suficiente para começar a fazer mil planos: com quem o bebê vai se parecer, como será quando crescer e como ele e seu gatinho lindo siamês vão se entender. Opa! Gatinho siamês e você grávida? Muita calma nessa hora!!

Grávidas e Gatos

Você sabia que a presença de gatos no mesmo ambiente de grávidas pode acarretar riscos para o bebê? Isso se dá por conta do risco de exposição à toxoplasmose, infecção grave transmitida por um parasita que contaminam o solo através das fezes dos gatos. É por isso que a maioria dos médicos aconselham que as grávidas tomem certos cuidados para evitar o contágio com a infecção.

Não é só os gatos que hospedam o protozoário Toxoplasma. Eles também podem ser transmitidos por aves, répteis, anfíbios e outros mamíferos. A forma de contágio é através da ingestão de sua carne crua ou mal cozida ou pelo manuseio incorreto do local onde fizeram suas necessidades fisiológicas.

O contato de outros gatinhos sadios com as fezes de outros gatos contaminados com toxoplasmose pode deixá-los doentes, por isso, cuidado com o que seu bichinho come.

A toxoplasmose também é transmitida pelo vento através dos oocistos das fezes do gato. Por isso, facilmente pode contaminar frutas, legumes e verduras. Aí, a importância de mantê-los sempre muito bem lavados antes de sua ingestão.

Toxoplasmose e o feto

Quando a mulher já foi exposta a doença pela primeira vez, desenvolve imunidade contra o parasita e dificilmente adoece de novo. Se você está grávida e já teve toxoplasmose, fique tranquila porque isso não oferece nenhum risco ao bebê. Mas, se nunca adoeceu, todo cuidado é pouco.

A doença afeta o sangue da mulher grávida, sendo transmitido ao feto. Os resultados são assombrosos: morte fetal, abortamentos, retardamento mental, graves doenças neurológicas e problemas visuais sérios. Se isso aconteceu com você ou qualquer amiga ou conhecida sua, procure imediatamente um médico. Serão receitados antibióticos para tentativa de evitar danos ao bebê.

O que fazer com o gato quando se esta grávida

Devo me livrar do meu bichano?

Como disse anteriormente, você não precisa se livrar do seu gato. Como gatos domésticos não costumam ser alimentados com carne crua e quase não saem de casa, não tem como entrar em contato com as fezes de outros gatos infectados ou comer animais que possam ter o problema.

Como a grávida pode evitar contaminação com toxoplasmose

O que a futura mamãe deve fazer?

Evitem fazer trabalhos de jardinagem, já que possibilitam o contato com fezes de gatos contaminados. Caso não tenha como evitar, use luvas sempre e lave as mãos imediatamente assim que terminar.

Cozinhe muito bem as carnes, frutas, verduras e legumes a serem consumidos. Além de evitar o contágio com o toxoplasma, é um ato de higiene importantíssimo.

Nada de limpar as caixinhas onde seus gatinhos fazem suas necessidades. Elas devem sim serem higienizadas diariamente, mas, por outra pessoa.

Como viram, sabendo tomar as medidas necessárias, você pode continuar convivendo com seu gatinho que, no futuro, será um amigão para seu bebê.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>