Anemia na gravidez: consequências e como tratar

admin January 8, 2010 0

A anemia na gravidez é até bem comum, mas precisa ser tratada adequadamente para não prejudicar mãe e bebê.

anemia na gravidezAnemia na gravidez é devido a deficiência de alguns nutrientes, se não for tratada pode comprometer a saúde da futura mamãe e do bebê. A anemia é frequente no período da gestação, porque existe uma maior produção de hemácias. Sendo que, são elas que levam o oxigênio da mãe para o feto, caso não haja um quantidade suficiente de ferro para a produção dessas células, acontece o distúrbio.

Existem vários fatores que pode acarretar a anemia. A deficiência de ferro é a mais conhecida, seguida de anemia megaloblástica, que tem como causa a deficiência de ácido fólico. Outras condições que levam a anemia são falta de vitamina B12, uso prolongado de alguns remédios, pode também ser de origem imunológica ou genética.

Anemia na gravidez: Consequências

-Para o bebê a anemia pode causar, dependendo da intensidade, restrição do crescimento, baixo peso e antecipação do parto.

-Para a mamãe além de todos os problemas citados acima, a anemia pode ser a grande vilã que aumentará o peso inadequadamente.

Anemia na gravidez

Alimentação na gravidez é fundamental para evitar anemia ou mesmo tratá-la

Fiquem de olho no cardápio grávidas

Sendo assim fique de olho no cardápio diário, variando os nutrientes: fontes de vitaminas e minerais, como: cálcio, ferro, ácido fólico, vitamina C e B12, proteínas, carboidratos e lipídeos, entre outras.

Esquecer a seguinte frase “mulher grávida deve comer por dois”. Pense que qualidade não é sinônimo de quantidade. Na verdade ela tem que ter uma alimentação saudável, balanceada e adequada à sua nova condição biológica.

Mas se a gestante ficar anêmica, ela deve ter uma atenção redobrada nas refeições, evitar misturar alimentos e bebidas que afetam a absorção total de ferro no organismo, como: café, refrigerante, farelos crus e alimentos ricos em cálcio, leite e seus derivados. O importante é cuidar de seu prato, dando prioridade para o que faz bem e deixar de lado o que não é essencial.

Algumas nutricionistas, acham que a gestante, deve tomar suplementos vitamínico que contêm ferro e outros nutrientes a partir da 20ª semana de gravidez. A OMS, recomenda 60mg diária para prevenção, sempre com indicação e acompanhamento médico.

Relacionados »

Comentar »

Comente via Facebook!