Sonhos na gravidez e seus significados

Sonhos refletem no subconsciente da grávida todas as mudanças que ela está vivenciando nesta fase da vida.

22/09/2014 20h47m. Atualizado em 07/10/2014 22h43m por:

 

sonhos na gravidezQuando a mulher fica grávida, seu corpo passa por inúmeras mudanças físicas, que vão preparar seu organismo para chegada do bebê, e também mudanças emocionais, que vão preparar a mulher para se tornar mãe.

Neste quadro, o emocional gera um forte papel durante todo período da gestação, pois inclui medos e desafios que a futura mamãe irá vivenciar, e também as expectativas que a fase da gravidez gera em sua vida.

E um dos canais que mais contribuem para que a grávida entenda um pouco mais sobre seu lado emocional são seus sonhos, que nesta fase se tornam mais intensos, chegando muitas vezes a parecerem reais.

Sonhos durante a gravidez

O sonho é uma maneira que nosso organismo utiliza para equilibrar nosso lado emocional, pois acaba refletindo nossas alegrias e também nossos medos diários. E é através dos sonhos que conseguimos encontrar a solução ou mesmo caminhos para enfrentar nosso dia a dia, principalmente quando interpretamos sua simbologia.

E durante a gravidez é muito comum que a gestante tenha sonhos mais intensos, que são motivados por seu lado emocional, e vão surgindo conforme as expectativas pelo nascimento do bebê vão ficando mais intensas.

Com isso, até mulheres que costumam não se lembrar do que sonharam durante a noite, acabam se lembrando do que sonharam no período da gravidez.

sonhos na gravidez 1

Alguns dos sonhos mais comuns durante a gravidez

Os sonhos refletem no subconsciente da grávida todas as mudanças que ela está vivenciando nesta fase da vida, como o crescimento do bebê em seu ventre, a dúvida se é menino ou menina, o medo da hora do parto ou mesmo de faltar leite para amamentação, dentre outros.

E com isso os sonhos podem variar de acordo com cada etapa da gravidez, sendo que no primeiro trimestre é comum o sonho com água e mar, pois é a etapa da formação do líquido amniótico; no segundo trimestre a preocupação com a formação do bebê, inseguranças, e também o medo que o parceiro não a ame mais, gerando sonhos como o parceiro buscando outra pessoa, ou mesmo o bebê sendo esquecido em algum lugar distante; e no terceiro trimestre os sonhos são mais focados na preocupação da chegada de um menino ou uma menina, e nesta fase a comunicação entre mãe e bebê se torna mais intensa, fazendo assim com que o bebê apareça nos sonhos e revele um pouco mais sobre si.

Já na reta final da gravidez são comuns os sonhos que refletem o medo do parto, e também a ansiedade que a mamãe já está sentindo com a chegada do bebê ao mundo.

E o mais importante é saber que o sonho trás inúmeros benefícios para as grávidas, pois eles podem ser interpretados de forma muito positiva, e vão ajudá-la a enfrentar seus medos, ansiedades e expectativas de uma forma mais consciente e muito mais saudável, enquanto ela aguarda a chegada de seu bebê.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *