Saude bucal da grávida e do bebê

A saúde bucal é tão importante para grávida quanto para o bebê, vejam os cuidados que devem ser seguidos.

11/05/2011 23h58m. Atualizado em 19/11/2014 14h31m por:

 

saude bucal bebê

A saúde bucal da Gestante. Durante a gravidez, é importante saber que o corpo da mãe é a única fonte de nutrição para o crescimento do bebê e que os dentes de leite começam a se formar a partir da 6ª semana de gravidez. Por isso a mãe deve ter uma dieta balanceada para suprir todas as necessidades de nutrientes do feto.

Prevenção

Alimentos açucarados devem ser evitados, já que, como o paladar do bebê começa a se desenvolver por volta do 4º mês de gestação, se a mãe exagerar no consumo de açúcar, a criança vai ter maior tendência a gostar de doces, o que pode causar alguns problemas como maior susceptibilidade a sofrer com cáries e até obesidade no futuro.

Ao saber que está grávida, a mulher deve informar seu dentista e manter as visitas regularmente. E sempre que possível, deve reduzir o uso de raios-X.

Procedimentos odontológicos que a grávida poderá se submeter

– Descontaminação bucal com substâncias antimicrobianas;
– Aconselhamento de uma dieta adequada para saúde bucal materna / infantil;
– Havendo necessidade aplicação de  fluor;
– Remover restaurações com excesso que possam estar ferindo a gengiva;
– Instrução para a saúde bucal a partir da realidade da gestante;
– Intervir clinicamente se houver necessidade.

Saúde Bucal do bebê e seus cuidados

No primeiro semestre de vida o leite é essencial para o bebê, e o leite materno contém tudo o que ele precisa na quantidade exata, incluindo anticorpos para defesa contra doenças.

Se não for possível a amamentação, deve-se utilizar a mamadeira sem açúcar com bico anatômico, conforme orientação do pediatra ou dentista.

Evite que a criança adormeça mamando no seio ou mamadeira para diminuir o risco de adquirir cáries precocemente na infância.

É importante fazer a limpeza da boca do bebê ao menos uma vez por dia usando uma gaze, ou fralda, seguindo sempre a orientação de um dentista.

Deve-se levar a criança ao dentista antes do nascimento do primeiro dente, e assim, os pais podem receber orientação adequada.

Nascimento dos dentes do bebê

Quando o bebê nasce, os dentes de leite já estão formados, só esperando para aparecer. Geralmente, o primeiro dente irrompe (ou nasce) por volta dos seis meses; e até os três anos, todos os vinte dentes de leite já apareceram.

Os dentes permanentes começam a surgir perto dos seis anos, quando o primeiro molar permanente cresce atrás do último molar infantil.

O nascimento dos dentes pode fazer o bebê rejeitar alimentos, ter um sono inquieto, começar a babar (devido ao aumento de salivação) e levar objetos ou as mãos à boca.

Início da Escovação e do uso do Fio dental na criança

Comece a escovar o dente da criança logo que o dentista aconselhar. Deve-se escovar o dente após as refeições e antes de dormir, com uma escova infantil de tamanho pequeno e com cerdas macias.

Fazendo isso todos os dias, a criança vai criar o hábito de escovar os dentes. Além disso, os pais devem sempre fazer a higienização bucal na frente da criança para que ela assista a isso e queira imitar.

Tente não forçar a criança a escovar os dentes. Se os adultos fizerem dessa atividade de escovação algo simples, agradável e divertido, fica mais fácil motivar a criança. E desse modo, comece o uso do fio dental logo que a escovação tornar-se um hábito.

Além disso, evite que a criança consuma excessivamente alimentos que podem gerar cáries, como balas, bolachas, refrigerantes, entre outros.

Seguindo todos esses cuidados, a criança vai poder adquirir e manter uma ótima saúde bucal.

Sobre o autor:

Vandeni Navarro

Vandeni Navarro

Formada em pedagogia pela UNITAU, especializou-se na área de crianças especiais. Mãe de dois filhos, atualmente dedica-se ao blog e a família.
Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *