Meu filho bateu a cabeça, o que fazer?

Quedas e tombos são quase rotina na vida da criança. Mas a família deve avaliar a gravidade dessas quedas e se for o caso levar a criança ao hospital, para ser melhor avaliada.

 
 

quedaQuando a criança começa a dar seus primeiros passos pela casa, é natural que sua falta de equilíbrio a faça cair muitas vezes até que ela aprenda a se equilibrar mais firmemente, e assim posteriormente comece a correr por todos os cantos da casa.

E é nesta fase que começa uma preocupação muito importante dos pais, que é sobre o que fazer quando a criança bate a cabeça. Claro que esta dúvida permanece durante toda sua infância, já que toda criança gosta de correr e pular por aí, e com isso é natural que as quedas acabem acontecendo.

Primeiros passos das crianças e os tombos inevitáveis

É natural que toda criança, em algum momento de sua vida leve um tombo daqueles mais preocupantes, como uma queda do sofá, da cama ou de algum lugar mais alto, e que acabam gerando maior preocupação aos pais.

Nestas horas, os pais devem examinar seus filhos com atenção, principalmente se a queda for de um local alto, e principalmente se ela caiu de costas.

Eles devem ficar atentos aos machucados e ralados que acabam sangrando bastante, mas que em muitos casos são só superficiais e podem ser tratados em casa.

Também é importante observar se a criança quebrou algum osso, uma situação bastante comum em crianças maiores, já que os ossos de bebês e crianças pequenas são mais flexíveis e mais resistentes nesta fase de suas vidas.

queda 2

Observar a criança depois da queda.

Em todos os casos é importante observar a reação da criança e ver como ela reagiu a queda, se voltou a brincar com os amigos ou se esta mais quietinha do que o normal, principalmente nas primeiras 24 horas após o tombo.

A criança bateu a cabeça durante a queda, o que fazer?

E se durante um destes tombos a criança bateu a cabeça, é necessário que os pais tomem algumas preocupações, conforme a altura em que ela caiu e como ela está reagindo após a queda.

Se a queda foi de sua própria altura, é bem provável que ela não tenha sofrido nenhuma lesão, mas em todo caso os pais devem observar seus filhos durante as primeiras 24 horas.

Em casos de altura mais elevada, ou se a criança comece a apresentar vômitos logo após a queda, é necessários que os pais a levem ao hospital para que sejam feitos exames para descartar a possibilidade de fraturas ou hemorragia interna.

queda 1

Dependendo da queda e dos sintomas apresentados levar a criança à um hospital imediatamente.

E se após a queda a criança desmaiar, estiver muito sonolenta, com sangramento pelo nariz ou ouvidos, mudanças de comportamento ou crises de convulsão, os pais devem levá-la imediatamente ao pronto socorro para que sejam feitos exames vários exames, como raio x e tomografia, para afastar o risco de lesões cerebrais graves.

“O aparecimento do galo indica que um vaso sanguíneo foi lesionado. A saliência ocorre porque o sangue se acumula fora do vaso”, afirma Valéria Succi, pediatra do Hospital Israelita Albert Einstein e do Programa Einstein na Comunidade Paraisópolis, ambos em São Paulo.

Outros cuidados que os pais devem ter após a queda da criança

Vale lembrar também que após a queda, é importante ficar de olho nas crianças, e evitar que elas saiam correndo após o episódio, já que isso pode agravar um dano cerebral e até mesmo levá-las ao coma, se a pancada for mais séria.

Evitar que a criança durma após a queda também não evita o aparecimento de lesões cerebrais, e neste caso o melhor é ficar de olho nelas, pelo menos durante as primeiras 24 horas após a queda.

E caso os pais notem que a queda necessita de cuidados mais acentuados, devem levar seus filhos ao hospital para fazer alguns exames, e com isso afastar todos os riscos do aparecimento de traumas e lesões em seus filho.

Deixe seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>